O que você precisa saber para ser um instrutor de sucesso em Pilates – Parte 1

O Pilates é uma prática incrivelmente complexa que beneficia tanto o seu bem-estar físico quanto o mental e emocional. Ele melhora a postura, equilíbrio, flexibilidade e força muscular, aumenta a consciência corporal, apoia a atenção e eleva o espírito.

É um método único devido à variedade e ao número de exercícios no repertório do sistema que permitem que um instrutor faça uma seleção dos movimentos específicos para adequar às necessidades e os objetivos de cada cliente. A menor das modificações pode fazer toda a diferença. Não é de admirar que, para aprender Pilates, na sua verdadeira essência, é extremamente importante encontrar um “bom” Instrutor de Pilates.

De acordo com Romana Kryzanowska, responsável por manter o legado de Joseph Pilates e propagar seus ensinamentos pelo mundo, o melhor do método não é dar exercícios, mas sim construir o corpo para o exercício, mantendo cinco compromissos que o Sr. Pilates tinha:

  1. Trabalhar o corpo como um todo de forma global e integrada
  2. Atuar na saúde completa do aluno: mental, física e emocional
  3. Desenvolver o controle da respiração, para beneficiar corpo e mente e ajudar o aluno a viver melhor
  4. Focar na qualidade do exercício, não a quantidade
  5. Utilizar os seis princípios para ter mais benefícios em cada movimento: Concentração, Centralização, Precisão, Respiração, Controle e Fluidez

Há, ainda, outras características que ajudam o instrutor de Pilates a ser bem-sucedido em sua carreira. Acesse a continuação desse tema no post O que você precisa saber para ser um instrutor de sucesso em Pilates – parte 2.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *