Desça do Salto!

Desça do Salto - O Autêntico Pilates e a saúde dos pés

 

O alinhamento do corpo começa pelos pés.

A saúde e o bem-estar do seu corpo dependem de mais fatores do que você imagina. Muitas vezes o comprometimento de certas capacidades físicas tem uma origem surpreendente. Você sabia que o mau posicionamento dos pés pode afetar também o funcionamento dos seus intestinos e até sua capacidade respiratória? Você imaginaria que a capacidade de manter uma ereção pode ser afetada por esse mau posicionamento? A atenção que Joseph H. Pilates dava aos pés é totalmente justificada pelos conhecimentos atuais das neurociências. A estrutura do sistema nervoso explica a relação entre a postura, o funcionamento dos órgãos internos, a capacidade de movimento, a sensibilidade e os estados psicológicos.

O alinhamento do corpo começa pelos pés, que sustentam a postura ereta de todo o esqueleto. Quando andamos, dependemos do apoio correto do peso do corpo, primeiro sobre o calcanhar, depois transferido para a ponta do pé, que agirá para impulsionar o corpo para a frente. A força do solo, em reação à força aplicada pelo pé, transmite-se ao tornozelo, ao joelho, ao quadril e à coluna vertebral. Assim, cada uma dessas articulações é “prensada” pela aplicação de duas forças opostas: a força da gravidade, que empurra o corpo para baixo, e a ação da musculatura da perna e do pé, que empurra o corpo para cima, exigindo que o joelho, o quadril e a coluna vertebral estejam corretamente posicionadas para suportar a tensão.

Os pés ocupam, então, um papel fundamental para a centralização das linhas de passagem dessas forças físicas. Eles ocupam no corpo humano o mesmo papel que os alicerces ocupam em uma casa, determinando o bom funcionamento das demais articulações do corpo em oposição à gravidade. E atenção: o desalinhamento das articulações pode provocar o pinçamento de determinados nervos que controlam diversas funções corporais, como a digestão, a respiração, a excreção e a reprodução. Isso explica como o mau posicionamento dos pés pode estar na base de problemas digestivos, respiratórios e até mesmo sexuais.

imagem_mid

A prisão de ventre e a incapacidade de manter uma ereção são dois exemplos de dificuldades que podem estar relacionadas ao pinçamento de nervos entre as articulações. Isso para não falar em outras questões, como a chamada “ciática”, decorrente da pressão sobre o nervo ciático, ligado aos membros inferiores e à região lombar. Caso o pinçamento afete um nervo motor, pode haver perda de força e de precisão nos movimentos controlados por ele.

Temos ainda uma questão que envolve os nossos estados psicológicos. O fato é que a estabilidade do equilíbrio do corpo em pé nos dá a sensação de segurança. A percepção de que podemos nos desequilibrar e cair com facilidade gera um estado psíquico de insegurança e menor confiança em nossas capacidades. E essa sensação, por sua vez, muitas vezes se traduz em um maior desalinhamento da postura, que irá fazer com que nossa estrutura de equilíbrio seja ainda mais afetada. É um círculo vicioso que nos deixa cada vez mais inseguros para enfrentar os desafios do dia a dia.

A adoção de boas práticas de exercícios pode intervir nesse círculo vicioso. As nossas questões psicológicas podem e devem ser compreendidas à luz de terapias conduzidas por profissionais de psicologia ou psicanálise, mas a melhoria de nossa postura e o fortalecimento de alguns grupos musculares certamente nos auxiliam a desenvolver autoconfiança e autoestima, que são centrais para nosso bem-estar. Por isso, cuide bem dos seus pés – é o começo dos cuidados com cada parte do seu corpo. Os profissionais que atuam no The Pilates Studio Brasil , que trabalha com o Autêntico Pilates podem auxiliar a buscar o tratamento para diferentes anomalias que podem acontecer com seus pés, ou mesmo, em alguns casos, a sanar a mesma pela correta exercitação e utilização do método.

Nesta série, abordaremos diferentes anomalias frequentes que ocorrem nos pés e que a prática do Autêntico Método Pilates ajudará a solucionar estes problemas. Vamos iniciar nossa caminhada de conhecimento com um problema muito frequente com as mulheres: O Neuroma de Morton.

Neuroma de Morton

O Neuroma de Morton é um espessamento do nervo interdigital, que passa entre os dedos do pé, caracterizado por dor no antepé que melhora com a retirada dos sapatos e massagem no local.

neuroma de morton

Nesta situação, os ossos do pé, chamados de metatarsos, têm o espaço reduzido entre si e pinçam as estruturas que passam dentre eles. Com isso, é iniciado um crescimento desordenado do nervo interdigital, que na maioria das vezes passa entre o terceiro e quarto metatarsos. Esse nervo aumenta de tamanho, o que piora ainda mais a compressão, causando incômodo e dor na região.

Normalmente ocorre entre o terceiro e o quarto dedos, podendo ocorrer também entre o segundo e o terceiro dedos, causando dormência e dor na ponta do pé (no metatarso), associado a uma resposta inflamatória.

Sua causa não é totalmente conhecida, porém por ocorrer mais comumente no sexo feminino, com uma incidência de 8 a 10 vezes maior em mulheres do que homens, acredita-se que está relacionada com o uso de sapatos de salto alto e de bico fino, devido ao aumento da pressão na cabeça dos metatarsos e consequentemente, compressão do nervo.

infográfico neuroma de morton

Outras causas associadas ao aparecimento do Neuroma de Morton são:

  • esportes de alto impacto como corridas;
  • uso de calçados inadequados;
  • alteração da anatomia dos pés como como pés planos (chatos), presença de joanetes e dedos em garra entre outras;
  • traumas na região causando lesão e inchaço, comprimindo o nervo;

O principal sintoma é dor intensa e intermitente no metatarso ao andar ou ficar de pé com o peso sobre a região, após um curto período de tempo. Essa dor pode se irradiar para os dedos ou parte posterior do pé, é do tipo queimação podendo estar acompanhada de dormência e sensação de choque.

Tratamento

O tratamento conservador (não cirúrgico) é o mais indicado a princípio, sendo a cirurgia para retirada do neuroma realizada apenas se o tratamento conservador não apresentar sucesso.

foot pain

Avaliação médica: pode ser necessário o uso de anti-inflamatórios e analgésicos indicados pelo médico na fase aguda com objetivo da diminuição do processo inflamatório e indicação de uso de palmilhas.

Fisioterapia: uso de técnicas para diminuir a inflamação e a dor, exercícios para melhorar a pisada e fortalecer a musculatura do pé e tornozelo.

Prevenção: adequação da biomecânica dos pés, uso de sapatos confortáveis, evitar calosidades excessivas e relaxar a musculatura dos pés após a corrida.

O Autêntico Pilates

É um Método de Condicionamento Físico e Mental completo que melhora o estado geral de saúde ao desenvolver o corpo uniformemente, corrigindo posturas, revigorando a mente e restaurando a vitalidade física.

O trabalho do Pilates se inicia pelos pés, avaliando o tipo de pé (plano, cavo ou normal), a forma da pisada (pronada, supinada ou neutra) e possíveis alterações anatômicas (joanetes, dedos em garra, pé rígido e circulação deficiente).

O Método abrange uma série de exercícios chamados de Pré-Pilates que corrigem as alterações e anomalias dos pés, melhorando os apoios da pisada levando consequentemente a uma melhora da postura e aliviando as dores.

Sendo assim, no caso do Neuroma de Morton, o Método irá promover o relaxamento da região afetada bem como o alongamento da musculatura envolvida visando uma descompressão do nervo interdigital e um alívio da dor.

É importante que o aluno realize as aulas sempre sem meias para que as alterações possam ser melhor observadas e assim corrigidas, importante ou uso de tapetes na planta do pé devem ser  evitadas compressões na região do metatarso, como por exemplo, ficar na meia ponta dos pés.

O próximo tema será “Joanete”. Nos vemos na semana que vem!

Novo Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *